PROJETO SKELETONLEAVES – Tecido Vegetal

Estava eu em minhas pesquisas diárias sobre a arte, a moda, a sustentabilidade… Deparei-me com fotos que resultaram na seguinte exclamação: que flores de organza de seda mais perfeitas!!!! Observem a delicadeza das peças que chamam os olhos daqueles que apreciam a poesia do “feito a mão”:

Surpreendentes e encantadoras… O material? Tecido? Seda? Não!! São folhas naturais que passaram pelo processo de esqueletização. Passei imediatamente um e-mail para o PROJETO SKELETONLEAVES, coordenado pela Cida Barros, que imediata e carinhosamente respondeu-me com todas as informações sobre este processo lindo que vamos compartilhar com nossos leitores…

O  SkeletonLeaves é um projeto privado de capacitação de fazeres artesanais e de geração de renda para a comunidade de sua fazenda na zona rural de Moji-Mirim, interior do Estado de São Paulo, procurando manejar a natureza da forma mais sustentável possível. Em 2008 o trabalho das artesãs foi exportado pela primeira vez para França, Alemanha e Estados Unidos.

O origem da técnica de esqueletização:

Um processo que ocorre espontaneamente na natureza. Ao consumir a clorofila de uma folha, larvas e insetos revelam suas complexas e fascinantes venações, que são suas estruturas vasculares. No esforço de imitar a natureza para trazer à luz toda a beleza escondida sob o manto verde da clorofila das folhas, artesãos desenvolveram há centenas de anos o processo de esqueletização. Consta que já era praticado na China na era da dinastia Ming  (século 14)  e há relatos da época vitoriana (século 19) mencionando os phantom bouquets confeccionados com folhas esqueletizadas para impressionar a nobreza da Inglaterra.

O processo:

A colheita das folhas é feita no dia anterior à produção. São usadas principalmente folhas decíduas, que caem das árvores num processo natural de renovação. As folhas são cozidas em alta temperatura e em seguida lavadas uma a uma, com grande cuidado, para que a clorofila seja removida, revelando suas nervuras. Em seguida são colocadas para secar ao natural, algumas individualmente e outras em maços. Podem ser deixadas na cor natural, que apresenta tons terrosos e neutros, e podem também ser clareadas e tingidas nas mais diversas cores.

O produto:

Dedicada à esqueletização de folhas naturais e à confecção de fino artesanato com essa matéria-prima, a SkeletonLeaves nasceu de uma admiração pela beleza das folhas e da vontade de eternizá-la em produtos que mostrem todo o seu encanto. Trabalhando com as mais variadas espécies e apurando o ponto ideal de cocção de cada uma, a SkeletonLeaves desenvolveu um catálogo de folhas com alto índice de esqueletização, que têm aparência muita delicada, algumas assemelhando-se a rendas de finíssima trama, outras a organzas de seda, outras ainda lembrando o oriental papel-arroz.

Celulose pura, as “folhas-esqueleto” são superduráveis, flexíveis e moldáveis, emprestando sua beleza a um sem-número de aplicações. Elas podem ser usadas individualmente, para decoração e revestimento, em embalagens, luminárias, móveis, paredes; para a arte floral, na confecção de flores dos mais variados formatos; para aplicação em artigos de papelaria, em scrapbooking etc. Em tons naturais, neutros, assim como clareadas ou tingidas nas mais diversas cores, as folhas da SkeletonLeaves oferecem uma extensa cartela de opções decorativas.

A equipe:

Localizada na fazenda Santo Antônio do Brumado, em Moji-Mirim, interior de São Paulo, a SkeletonLeaves possui bosques de reflorestamento e mantém um ateliê com uma jovem equipe de artesãs que trabalham com folhas de magnólia, mangueira, abacateiro, goiabeira, graviola, eritrina, bauínia, jambolão, murici, figueira, seringueira e outras tantas espécies que continuam a ser pesquisadas. São produtos de grande delicadeza e efeito estético, resultado de puro trabalho artesanal.

O resultado permite a produção de objetos de decoração e utilitários, como fios florais,  porta-guardanapos, sachês; artigos de papelaria como cartões, álbuns, agendas; acessórios pessoais como broches, gargantilhas e anéis, bem como folhas de seleção para trabalhos de terceiros (artistas plásticos, decoradores, encadernadores, vitrinistas, joalheiros). O projeto dá visibilidade a esse minucioso trabalho artesanal, recicla a natureza de forma sustentável e contribui para geração de renda da comunidade, explicou-nos Cida Barros com seu e-mail rico em informações.

A conclusão que chegamos após ler o material cedido pelo PROJETO SKELETONLEAVES é simples e, o foco de nosso Blog: homem e natureza em harmonia somado a comércio justo e dignidade social sempre resultará em produtos perfeitos, admiráveis em sua concepção, execução e resultado final.

O PROJETO SKELETONLEAVES – Tecido Tecido Vegetal, pratica preços de atacado. Cida, Coordenadora do projeto nos explicou como funciona a negociação: “Nossos principais clientes são pessoas jurídicas, decoradores e organizadores de eventos. A maioria de nossos produtos é feita sob encomenda. Normalmente nosso prazo de entrega é de 20 dias, exceto em períodos de pico. Despachamos via correio, porque os produtos são bem leves”.

Superindicamos uma visita no site do Projeto:

http://www.skeletonleaves.com.br/

Cida Barros, grata por compartillhar este Projeto tão especial conosco. Especial na concepção, no desenvolvimento e no resultado que é único pela beleza do produto, pela dignidade social obtida através da geração de renda e, pela harmonia com o meio ambiente.  Conte com nosso portal para divulgação de suas novidades!

Post by Lu Jordão

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Arte, Decoração, Dignidade Social, Uncategorized

8 Respostas para “PROJETO SKELETONLEAVES – Tecido Vegetal

  1. Que coisa delicada! Maravilhosa!

  2. Em nome das artesãs do Projeto SkeletonLeaves, agradeço pela supercarinhosa divulgação do nosso trabalho.

    Acabamos de lançar uma nova coleção na feira Craft Design, que terminou ontem em São Paulo.

    Aproveito para convidá-la e ao seu público a visitar o novo site com os lançamentos dentro de aproximadamente 15 dias.

    Muito obrigada!

    Cida Barros

  3. Jo Lucena

    Eu nunca tinha ouvido falar dessa técnica… Fiquei extremamente encantada com o delicado resultado!! Parabéns!!!

  4. Lu,
    Você como sempre descobrindo pessoas e novidades, a cada artista fico mais encantada com a criatividade do nosso povo…Que coisa mais linda essas flores, tão delicadas…

    Parabéns mais uma vez pela bela iniciativa!!!!

    Ah descobri uma artista fantástica também quem sabe ela vai estar nas páginas do blog também é a Suzana Jardim da ZAZA JARDIM http://www.zazajardim.tumblr.com/ o trabalho dela é lindo e sustentável!!!!
    Bjs querida

    • Fui lá ver o trabalho da Suzana… É maravilhoso, Marilia! Um beijo grande pra vc.

    • Nossa estou super honrada com o comentário do meu trabalho!!
      motivação é sempre bem vinda!
      Muitas exposições e trabalho dobrado para valorização do papiro Brasileiro 100% reciclagem e natural na obra de arte contemporânea.
      Sejam bem vindas também!
      zaza jardim

      • Ivone

        Olá Suzana,
        Esse seu trabalho é lindo parabéns!
        Também faço esqueletização de folhas, aprendi essa técnica no Mais você a 16 anos.
        Desenvolvi outras técnicas, com processo mais simples, as folhas ficam bem rústicas e lindas.

        podemos trocar idéias?
        Ivone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s