Natural Fashion ::::: Modelo de Empresa Têxtil Social e Ecologicamente Correta

Sempre que vamos escrever sobre uma empresa, estilista, artesão ou qualquer tema que abordamos, nos perguntamos: é artesanal (feito a mão, pessoal)? É sustentável (preserva o meio ambiente)? Atua com dignidade social (valoriza seus colaboradores com comércio justo e sem exploração de mão de obra)? Em relação ao Grupo Natural Fashion a resposta foi totalmente positiva para todos os questionamentos expostos. Quando lemos um pouco sobre este modelo de empresa entramos em contato com a mesma e, a Presidente, Maysa Motta Gadelha gentilmente nos respondeu disponibilizando seu departamento de marketing para liberar o material necessário objetivando esta  matéria.  Alan Oliveira, do Núcleo de Marketing Orgânico, nos atendeu para que pudéssemos entender todo o funcionamento da Natural Fashion. Mais uma vez fazemos questão de destacar que este não é um post comercial. Vimos, entendemos e amamos a estrutura, compromisso social e missão da Natural Fashion e achamos muito importante disseminar sua filosofia pois a mesma só tem a acrescentar e agregar valor… Marketing positivo para eles, que possuem um produto correto de ponta a ponta! Só postamos aquilo que amamos, acreditamos…

Podemos definir a Natural Fashion como uma empresa modelo do mercado têxtil, com comercialização de produtos orgânicos e justos socialmente. Produtos orgânicos pois seu algodão já nasce colorido, resultado de uma parceria com a EMBRAPA, que desenvolveu melhoramento genético do produto, decorrente do cruzamento do algodão colorido primitivo (existente a milhares de anos nas cores verde, marrom, vermelho, bege e branco) com o algodão seridó, possuidor da fibra mais longa e resistente do mundo, permitindo a fiação por máquinas extremamente modernas do setor têxtil. Esse algodão tem plantio e colheita manuais resultando num produto limpo, além de manter solos e lençóis freáticos livres de elementos estranhos – substâncias químicas que prejudiquem o ecossistema. Produtos justos socialmente porque não utilizam mão de obra infantil e sim prática da agricultura familiar, bem como a utilização da mão de obra de cooperativas, clubes de mães e associações de bairros da periferia de Campina Grande. Ou seja, o plantio e a colheita são feitos por pessoas da região de maneira a gerar recursos para as famílias locais. O artesanato local ( crochê, macramê, renascença, bordado manual, aplicação, tecelagem manual) também é utilizado valorizando a cultura nordestina e gerando recursos para a própria mão de obra existente na cidade – dignidade social. Um processo correto do início ao fim,  que tem como resultado moda masculina, moda feminina, moda infantil, acessórios, itens de decoração, brinquedos…

Verificando o site da Natural Fashion ( que superindicamos!!), os vídeos postados lá, a exposição de toda a forma de funcionamento da empresa, podemos afirmar que junto com o algodão que já nasce colorido, nasce também a valorização de um povo, a valorização do artesanato e a esperança em todos nós, de que outras empresas caminhem nesta direção: comércio justo e sustentável.

Quer saber ainda mais? Visite o site que é rico em informações, vídeos, fotos dos produtos. Conheça um pouco mais sobre moda sustentável e de qualidade.

http://www.naturalfashion.com.br/

A Natural Fashion tem sede em Campina Grande, na Paraíba – Rua Almeida Barreto n.º 410 e seu telefone de contato é (83) 3337-7007.

Obrigada a Maysa Motta por nos atender tão gentilmente e, sempre que tiver novidades, conte com nosso canal!

Post by Lu Jordão

Próxima matéria com Arte Viva Biojóias. Uma entrevista muito especial com Marília Rabello e sua grife totalmente sustentável!

Anúncios