Livros que Iluminam

Livros que Iluminam: Livros antigos ganham nova destinação.

Anúncios

E os livros antigos ganham nova destinação nas mãos dos holandeses do Atelier Bom Design . São as Boeklampen, luminárias feitas de páginas de livros ou de livros inteiros.


O resultado é fascinante! O re-design gerou produtos cheios de estilo, funcionais e ecologicamente corretos.

Lu Jordão 

Usando Paredes com Estilo

Decoração sustentável, além de beneficiar o meio ambiente, estimula criatividade, estilo e, no lugar de sairmos desarvoradamente consumindo itens em lojas e mais lojas, podemos lançar mão de objetos especiais para criar ambientes que traduzem nossa história e estilo de vida.

Quantas vezes nos deparamos com uma parede vazia num dos cômodas da casa, imaginando o que comprar para decorar?? Pois bem, ela pode ser ocupada com muito estilo por objetos que você já tenha em casa… Acessórios, itens que você coleciona, lembranças de viagens e até mesmo na falta de armário no closet, você pode pendurar bolsas e sapatos na parede com muito estilo… Quando usamos itens pessoais na decoração de um espaço, conseguimos imprimir nossa personalidade e estilo em nosso cantinho… Então, inspire-se!!

Um vestido na parede da sala de estar… Estilo próprio.

Um vestido, uma moldura antiga e uma parede do quarto acolhedora…

Bolsas e chapéu expostos na parede, em evidência…

Sem sapateiras! Sapatos expostos na parede com auxílio de sancas ou molduras…

Em homenagem aos pequeninos vale o nome com objetos que refletem sua história, quadros com roupinhas da Barbie ou deles quando bebês, desenhos feitos por eles… Tudo isso reflete a alegria de ter crianças em casa!

Coleções de objetos (chaves, aventais, gaiolas, panelas, pratos e acessórios) ganham destaque em interiores e exteriores revelando estilo e personalidade em nosso cantinho…

Obviamente que os retalhos de tecido não poderiam ficar de fora… Arrumados sobre a parede, trazem cor e estilo. Os tecidos são versáteis, de fácil aplicação e manutenção. Aqui no post Era um casa muito engraçada, damos o passo a passo de como transformar uma parede sem graça em um ambiente muito especial! Relembre clicando no link.

O fato é que decoração sustentável, além de beneficiar o meio ambiente, estimula criatividade, estilo e, no lugar de sairmos desarvoradamente consumindo itens em lojas e mais lojas, podemos lançar mão de objetos especiais para criar ambientes que traduzem nossa história e estilo de vida. Inspire-se e mãos à obra!

Se você tem cantinhos criados por você compartilhe conosco! adoraríamos publicar as criações que podem inspirar e incentivar outras pessoas.

Lu Jordão

Eco Moda – Exemplo de quem sabe fazer…

E quem ainda associa a Eco Moda à algo sem estilo, sem design, de qualidade duvidosa ou pouco “fashion”, é porque não conhece o trabalho de  John Patrick, criador da ORGANIC , definida por ele assim:  “É uma linha de roupas que nasceu de uma valorização e respeito pela natureza, uma preocupação com o mundo em que vivemos e um desejo de retribuir à comunidade“.

Curti demais as peças da Organic, a fotografia das coleções, a qualidade aplicada em tudo! Fica a inspiração para todos nós…

Para quem quiser acompanhar mais informações sobre a Organic e ver suas peças em vários editoriais de moda, basta  curtir aqui no Facebook da marca.

Por Lu Jordão

Look do dia – Vergonha e Indignação!

 

Desculpe o silêncio aqui em nosso espaço mas, estamos retomando as matérias, entrevistas e trabalhos logo, logo!

Sabem que nosso cantinho é um espaço diferente… Adoro observar o look do dia em muitos blogs que fazem isso de maneira brilhante! Amo as inspirações, a criatividade e a disponibilidade das blogueiras que a cada dia publicam de forma mais profissional suas dicas.  Só que esse não é o foco de nosso Blog.

Porém hoje, mesmo sem fotos, quero “mostrar” ou descrever meu look do dia… Estou usando vestido preto, de renda, de uma marca que tem confecção própria e que faz aproveitamento de retalhos…

Meus adornos? A vergonha, a indignação… Vergonha de um país com um sistema tributário absurdo, fiscalização frágil e leis trabalhistas burladas descaradamente a cada esquina… Pois é! Hoje as redes sociais pipocam com mais um escândalo de trabalho escravo divulgado ontem. Dessa vez com a menina dos olhos do fast fashion brasileiro – a marca Zara.

Sinceramente? Estou aliviada por não estar vestindo hoje uma peça  que carregue o peso de 15 pessoas, entre elas uma adolescente de 14 anos, em regime de trabalho escravo contemporâneo em plena capital paulista para a marca Zara. Isso é o que foi divulgado, o que veio à tona… E quantos desconhecem esses fatos absurdos? Quantos de nós acabamos financiando um esquema tão desumano, baixo, covarde e cruel?

Essa não é a moda que eu acredito! A moda que eu acredito tem que ser bonita ou fashion em meu corpo mas, deve favorecer a TODOS os envolvidos em sua cadeia de produção. Quero saber sim a história que existe por trás daquilo que estou vestindo.

Leia toda a cobertura e detalhes sobre a operação que fiscalizou várias oficinas neste regime de trabalho escravo para a Zara lá no Coletivo Verde,  escrita de forma muito profissional pelo Guilherme Augusti Negri, com vídeo do programa A Liga que fez a matéria sobre o tema e informações do site da Ong Repórter Brasil umas das mais significativas organizações para combate de trabalho escravo no país.

Fica registrado nosso look do dia de hoje: vergonha, indignação e a busca de respeito para todos os envolvidos na cadeia fashion!

Vamos trabalhar por processos sustentáveis!

Por Lu Jordão

Simples Assim…

Certa manhã saía de casa para o Ateliê… Olhei a cúpula branca do pequeno abajur. Naquela dia achei-a pálida e, até mesmo encardidinha…

Pro lixo! Brincadeira de mal gosto…

Aqui nada se perde… Tudo se renova!

Desmontei o pequeno abajur. Ele seria minha “vítima” do dia no ateliê.

Nada de sobrenatural ou muito elaborado – um pedaço pequeno de tecido delicado, carinha vintage, resíduo do tecido aplicado na criação de nosso biombo sustentável, cola branca e fita pompom em algodão vermelho para finalizar com um ar vintage que tanto amo!

Um pequeno carinho que só o artesanal pode dar, trazendo um toque de cor e pessoalidade a um objeto, por mais simples que este seja.

A vítima cúpula já na bancada de trabalho, com o tecido escolhido para tirar a palidez que incomodou naquela manhã…

E o tecido trouxe a cor que alegraria um cantinho da sala… E, sem comprar um novo abajur!

E não é que o cantinho ficou inspirador com o abajur renovado?! Pela manhã eu tinha uma peça pálida e, à noite ela estava renovada, colorida, alegre…

Por Lu Jordão

Fotos: Lu Jordão para Duas Moda e Arte

Before and After

O “before and after” é nossa realização na restauração de um móvel… Tornar novo sem precisar comprar um novo… Carregar as histórias vividas num cenário onde aquela peça estava decorando. Saber que o “ter” não está relacionado a “ser”… Que o novo, não é status e sim construção, sentimento, criatividade…

Sempre repetimos quando nos perguntam onde está a magia do restaurar (e de reciclar)?  Mais que um objeto de desejo, o móvel restaurado é a concretização do desejo de dar nova vida ao que já existe, reciclar, recriar quantas vezes nos for possível! Quem restaura, retoca a beleza que já existe, recupera o vigor, a energia, extrai novo esplendor… Quem restaura tem sentimento pelo que está sendo restaurado… Não procuramos beleza naquilo  que não amamos ou no que não acreditamos… Quem restaura faz um gesto de amor por si (seus ideais), por aquilo que está sendo restaurado e, por quem vai receber o novo, o lapidado e cheio de sentimentos. Trabalho meticuloso, de dedicação, de entrega… Com cor, textura, encanto…

Esse móvel estava comigo na época que minha filha nasceu… Foi um dos que ela se apoiou para dar os primeiros passos… Depois mudamos de apartamento e, outros móveis entraram… Mas não me desfiz desse. Ficou guardado… Agora, montando o ateliê, decidimos recriá-lo… Dar nova vida! Ter um novo, sem precisar comprar um novo. Uma relação mais saudável com a questão do consumo… Então, os tecidos da Cris Jordão, entraram em ação… E ela optou por uma combinação de estampas e explosão de cores, bem a carinha de nosso ateliê…

E com mais cor…

Quer saber como se faz? Logo, logo mostraremos o passo a passo em nossa coluna no Coletivo Verde. Viu, como é possível ter cor e estilo em harmonia com o meio ambiente? Amamos esse renovar consciente!

Por Lu Jordão

Fotos: Lu Jordão para Duas Moda e Arte

Photo Inspiração: Móvel Restaurado

Passando os olhos por nosso blog e loja virtual percebe-se de imediato nossa paixão por tecidos, pelo feito a mão, por restauração… Em nossas andanças pelo rico mundinho virtual, achamos uma foto linda desta escrivaninha na Marie Claire Francesa …

 

“Estampas florais em uma farra sem fio ou agulha! Tecidos vestem com humor itens encontrados ou recuperados. Um escritório perfeito para  ecologistas. Toda coberta com tecidos verde e rosa, em padrões de flores grandes. Os pés e os puxadores também foram pintados de vermelho, para um look total Inglês, vintage. Estas cores brilhantes não passam despercebidas bem como o encanto bucólico desta excelente peça em perfeita harmonia com a natureza em que é apresentada. “ Texto traduzido da Marie Claire França.

Delícia achar imagens lindas que conseguem traduzir nosso sentimento em relação a um objeto de desejo… Nesse caso, muito mais que um objeto de desejo… Um desejo de dar nova vida ao que já existe, reciclar, recriar quantas vezes nos for possível! Nosso ateliê está em fase final de montagem. Nossos móveis foram todos restaurados… Não compramos nenhuma peça nova! Demos nova vida ao que tínhamos… Nossa identidade, nossa história… Em breve vamos compartilhar fotos.

Por Lu Jordão