Isso me inspira hoje: Decoração com malas

Inspiração do dia! Usando malas e baús na decoração.

Anúncios

 

Sim, as malas e baús podem e devem ser usadas na decoração criando diversos estilos de ambiente.

Inspire-se!

Decoracao-com-malas-recicladas-4

images

intro-5

 

mala-na-decoração3-brancas

 

suitcases4

 

tufted-couch-living-room IVILLAGE

 

 

Lu Jordão

Arte por toda parte – Batukenjé Inclusivo

“Não existe meio mais seguro para fugir do mundo do que a arte, e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte.” (Johann Goethe) e O Batukenjé Inclusivo vem com o Projeto Kombo Arte Afro Brasileiro, mais uma ferramenta de alcance, que usa a música como resgate cultural e social. Desta vez, as crianças de famílias que vivem do trabalho no Lixão da Estrutural (DF) são o alvo do grupo. Conheça, participe, colabore!

Quando dizemos “arte por toda parte”, não estamos usando apenas um título bonito… O trabalho de resgate do Grupo Cultural Batukenjé toma novos rumos e cada vez mais arrojados em sua missão de inclusão social. O Projeto Kombo Arte Afro Brasileiro é mais uma ferramenta de alcance, que usa a música como resgate cultural e social. Desta vez, as crianças de famílias que vivem do trabalho no Lixão da Estrutural (DF) são o alvo do grupo.

Isso mesmo! O lixão que está em evidência no horário nobre através de uma novela que, diga-se de passagem, retrata bem de longe a realidade do local. O lixão da vida real é a Vila Estrutural, considerada uma das regiões mais pobres do Distrito Federal, que na década de 60 foi destinada para depósito de lixo. Em pouco tempo surgiram os primeiros barracos dos catadores, hoje conhecido como “Lixão da Estrutural”. Neste local as ruas são estreitas e sem pavimentação. Existe apenas uma escola de nível fundamental e um posto de saúde para atender uma população de mais de 35 mil moradores. Não há corpo de bombeiros para conter incêndios comuns em regiões assim. Crianças que certamente teriam pouca ou nenhuma possibilidade de acesso a música, a arte e a cultura, recebem duas vezes por semana o Grupo Cultural Batukenjé com oficinas que possibilitam uma melhor qualidade de vida e educação ao oferecer música, dança e confecção de instrumentos musicais (com reciclagem), o que certamente será base para auto estima e novas possibilidades de sonhos e projetos de vida para estas crianças.

A imagem registra o objetivo do projeto sendo atingido: crianças e adolescentes sendo acolhidos pelas oficinas ao invés de acompanhar seus pais no trabalho do lixão. Através da música, da dança e das oficinas de artesanato com reciclagem de materiais, são trabalhados diversos aspectos destas crianças e adolescentes: conhecimento de seu próprio corpo, troca de experiências e integração ao grupo e consequentemente integração à sociedade, permitido que se reconheçam como parte de um todo, estimulando identidade social, cidadania e sociabilização, além de estimular aptidões que os permitam vislumbrar um futuro fora do lixão. Ampliar as perspectivas de um grupo é estimular a inclusão. Só quando novos caminhos e possibilidades são apresentadas podemos escrever novas histórias de vida, evitar repetições, preconceito e limitações.

E a arte é uma linguagem forte, ampla, que pode penetrar em qualquer lugar. Para a arte não existe cor, credo, classe social ou limitação.

 E sabe o que é mais bacana? Se você quiser, pode fazer parte disso. Tornar-se um parceiro deste Projeto que oferece oportunidades e inclusão.  Não podemos ir ao lixão. Talvez nem pensemos nesta realidade que está tão distante de nós. Mas podemos sim nos fazer presentes de diversas formas. Esta matéria é uma delas – falar de um tema que normalmente não aparecem em blogs de moda ou arte – lixão, inclusão, outras realidades. Para saber como você, Pessoa Física ou Jurídica, pode apoiar o Projeto Kombo Arte Afro Brasileiro, segue abaixo o contato do Grupo Cultural Batukenjé:

Facebook do Meste Celin (Coordenador do Projeto, regulamentado e inscrito na Ordem dos Músicos e como Agente Cultural)

Site do Batukenjé

 “Não existe meio mais seguro para fugir do mundo do que a arte, e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte.” (Johann Goethe) – Então, o olhar atento do menino sedento determina: uma nova história está nascendo! Uma conexão com um mundo antes desconhecido… Revelado pela arte do Batukenjé.

Para o Batukenjé, inclusão é muito mais que um texto… É uma realidade! A música que permite a todos falarem uma só linguagem – A da Igualdade,  da Liberdade.

Faça uma visita ao Lixão da Estrutural  com o Batukenjé no vídeo abaixo.

Ajude a divulgar o Projeto clicando nas redes sociais. Colabore com a inclusão. Sempre podemos nos fazer presentes de alguma maneira. Escolha a sua! Temos falado em processos sustentáveis. Entendemos este trabalho como parte disso. Sem inclusão é impossível falar em processos sustentáveis.

Batukenjé já é nosso parceiro e conheça mais de seus trabalhos nestas outras matérias: Aqui e Aqui .

Fotos: Todas do Batukenjé, autorizadas para reprodução.

Texto: Lu Jordão

Delicadeza do dia – Gaiolas em liberdade!

Decoração Sustentável – Gaiolas com muito estilo! Pássaros livres e ambientes cheios de estilo.

Amamos usar gaiolas na decoração. Escrevemos sobre isso para o Coletivo Verde tempos atrás… Só clicar aqui . As gaiolas trazem um ar romântico e delicado para qualquer ambiente e o mais importante: sem pássaros presos…

Inspire-se!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por Lu Jordão

Usando Paredes com Estilo

Decoração sustentável, além de beneficiar o meio ambiente, estimula criatividade, estilo e, no lugar de sairmos desarvoradamente consumindo itens em lojas e mais lojas, podemos lançar mão de objetos especiais para criar ambientes que traduzem nossa história e estilo de vida.

Quantas vezes nos deparamos com uma parede vazia num dos cômodas da casa, imaginando o que comprar para decorar?? Pois bem, ela pode ser ocupada com muito estilo por objetos que você já tenha em casa… Acessórios, itens que você coleciona, lembranças de viagens e até mesmo na falta de armário no closet, você pode pendurar bolsas e sapatos na parede com muito estilo… Quando usamos itens pessoais na decoração de um espaço, conseguimos imprimir nossa personalidade e estilo em nosso cantinho… Então, inspire-se!!

Um vestido na parede da sala de estar… Estilo próprio.

Um vestido, uma moldura antiga e uma parede do quarto acolhedora…

Bolsas e chapéu expostos na parede, em evidência…

Sem sapateiras! Sapatos expostos na parede com auxílio de sancas ou molduras…

Em homenagem aos pequeninos vale o nome com objetos que refletem sua história, quadros com roupinhas da Barbie ou deles quando bebês, desenhos feitos por eles… Tudo isso reflete a alegria de ter crianças em casa!

Coleções de objetos (chaves, aventais, gaiolas, panelas, pratos e acessórios) ganham destaque em interiores e exteriores revelando estilo e personalidade em nosso cantinho…

Obviamente que os retalhos de tecido não poderiam ficar de fora… Arrumados sobre a parede, trazem cor e estilo. Os tecidos são versáteis, de fácil aplicação e manutenção. Aqui no post Era um casa muito engraçada, damos o passo a passo de como transformar uma parede sem graça em um ambiente muito especial! Relembre clicando no link.

O fato é que decoração sustentável, além de beneficiar o meio ambiente, estimula criatividade, estilo e, no lugar de sairmos desarvoradamente consumindo itens em lojas e mais lojas, podemos lançar mão de objetos especiais para criar ambientes que traduzem nossa história e estilo de vida. Inspire-se e mãos à obra!

Se você tem cantinhos criados por você compartilhe conosco! adoraríamos publicar as criações que podem inspirar e incentivar outras pessoas.

Lu Jordão

Eco Moda – Exemplo de quem sabe fazer…

E quem ainda associa a Eco Moda à algo sem estilo, sem design, de qualidade duvidosa ou pouco “fashion”, é porque não conhece o trabalho de  John Patrick, criador da ORGANIC , definida por ele assim:  “É uma linha de roupas que nasceu de uma valorização e respeito pela natureza, uma preocupação com o mundo em que vivemos e um desejo de retribuir à comunidade“.

Curti demais as peças da Organic, a fotografia das coleções, a qualidade aplicada em tudo! Fica a inspiração para todos nós…

Para quem quiser acompanhar mais informações sobre a Organic e ver suas peças em vários editoriais de moda, basta  curtir aqui no Facebook da marca.

Por Lu Jordão

Segunda de galochas…

E, depois de uma semana de sol, muita música e agitação na cidade maravilhosa, amanhecemos com uma segunda chuvosa, fria e, infelizmente, com muito lixo espalhado pelas ruas… As pessoas ainda não sabem cuidar de seu lixo! Lamentável que os grandes eventos sejam seguidos ainda por esse desrespeito com a cidade e principalmente com o meio ambiente.

Mas, para não perder a oportunidade de postar imagens inspiradoras, que tal aproveitar essa segunda-feria chuvosa para tirar as galochas do armário? E olha que elas não precisam ser usadas só nos pés…. Inspire-se!

Uma boa semana para todos!

Por Lu Jordão

SPFW – Arte Tribal Indígena por Tufi Duek – Reciclagem e Arte!

É isso mesmo! A arte indígena foi a inspiração para a coleção de Tufi Duek na temporada de moda em São Paulo. Materiais 100% naturais, plástico reciclado numa deliciosa tecelagem tecnológica, látex e paetês em cores inusitadas – preto, branco, laranja, limão e urucum, trouxeram uma tribo fashion que chama para pensar em uma moda com bases mais conscientes.
(para ampliar, clique nas fotos!)
O  mood étnico provou como fazer uma moda com matéria prima natural sem cair no óbvio ou artesanal sem estilo e design… A coleção surpreendeu em formas, texturas e cores, servindo de inspiração para aqueles que querem se dedicar a uma moda ética além da estética. Curtimos demais o desfile de Tufi Duek, sob a direção de estilo de  Eduardo Pombal e Styling de Flavia Lafer.
Por Lu Jordão